Inflexo (2018)

Inflexo é uma série de quatro obras, criadas a partir de imagens de síntese estereoscópicas em anáglifo, para serem vistas com óculos de filtro vermelho e cyan. Três na vertical (parede) e uma a 45 graus, na horizontal (fantograma). Inspirada na corrente Minimalista, que procurava estudar as possibilidades estéticas de composição, não através de pinturas ou esculturas, mas a partir de estruturas bi ou tridimensionais que podiam ser chamadas de “objetos” ou de “não-objetos” (dada a sua inutilidade) e eventualmente de instalações. Inflexo, recria um espaço onde objectos semelhantes, repetidos e ordenados, projectam jogos de luzes diferentes, transformando a ordem e o ritmo dos mesmos.  

Imagens de síntese estereoscópicas em anáglifo. Visualização 3D, com óculos de filtro vermelho e cyan

Fantograma de síntese estereoscópico em anáglifo. Visualização 3D, a 45º, com óculos de filtro vermelho e cyan

Esquema do fantograma sobre um plinto